Técnicas de remoção de baixa qualidade: seguro e perigoso

Pigment Brasil Grandes Habilidades 12 Comments

Se for necessária a remoção da micropigmentação, o profissional deverá ser especialmente sério e cuidadoso. A maioria das formas de remoção deixam partículas de pigmentos, o que muitas vezes pode causar cicatrizes. No entanto, existem formas de fazer essa remoção sem essa desvantagem.

A primeira maquiagem definitiva (tatuagem) possivelmente foi inventada há 5000 anos. Nesse período vários métodos de remoção foram testados e desenvolvidos. O primeiro método envolveu a cauterização com carvão incandescente, ferro em brasa e ferro de solda quente. Esses métodos rústicos provocavam cicatrizes e dor. Hoje a maquiagem semipermanente é muito popular, com um aumento significativo de usuários.

LASERS

A remoção de micropigmentação a laser é a mais conhecida, mas uma das mais caras também. Há uma enorme variedade de remoção de micropigmentação a laser, elas diferem nas substâncias que são utilizadas (dióxido de carbono, alexandrita, neodímio) na duração do impulso (Nanosecond, Picosecond, por exemplo, Picosure), etc. De acordo com o tamanho da tatuagem que será removida e sua localização no corpo, esse tratamento varia de preço, em alguns casos, são necessárias várias sessões. Geralmente, o laser traz bons resultados se realizados por especialistas qualificados. A cicatriz poderá aparecer se o profissional quebrar algumas regras de segurança. A tinta de tatuagem colorida é mais difícil de remover. Se for preta, azul escuro e vermelho são relativamente fáceis de remover. Já as
cores azul claro, roxo, laranja e verde são mais resistentes. A tinta de tatuagem amarela não pode ser removida a laser. Nesse caso, outra técnica deve ser encontrada.

ELECTRODERMOGRAPH

O Electrodermograph é uma máquina de última geração vinda da Itália, que graças a desidratação da pele, atua diretamente sobre a melanina através da geração de alta frequência (12 V) com impulsos elétricos que queimam as primeiras camadas da pele.

RISCOS:

– Queimadura de 1º grau com cicatrizes irreparáveis;
– Electrodermograph pode fazer com que muita tinta flua;
– Electrodermograph pode causar efeitos corrosivos na pele, por esse motivo deve ser utilizado apenas por profissionais qualificados e em condições perfeitas de higiene.
A remoção de micropigmentação com o Eletrodermograph é restrita a médicos em muitos países.

DERMOABRASÃO

Basicamente, a dermoabrasão é uma cirurgia realizada por um dermatologista. É um método de remoção de tatuagem doloroso, um processo que consiste no lixamento da pele, usando uma escova de metal que gira ou através de um pó abrasivo mineral.
Ele suaviza a superfície da cicatriz após as queimaduras, ferimentos, acne extensa e profunda para o rejuvenescimento e remoção de tatuagem. Como essa técnica mostra ser agressiva, muitas vezes não é realizada.

RISCOS:

– Infecção microbiana;
– Hiperpigmentação (principalmente em pele escura);
– Hipopigmentação, geralmente irreparável;
– Feridas, distúrbios de cicatrização e possíveis cicatrizes hipertróficas;
– Após o tratamento, dores nos primeiros dias, sensação de calor e queimadura na pele.

ESTICAMENTO DA PELE

Esse procedimento cirúrgico é solicitado para pequenas tatuagens onde uma cicatriz será inevitável

RISCOS:

– Hematoma (acúmulo de sangue embaixo da pele).;
– Infecções e reações a anestesia podem ocorrer;
– Risco de ferimentos.
Existem outros métodos modificados de remoção cirúrgica que supõem a ruptura da pele juntamente com a tatuagem: bisturi elétrico, termocautério (eletrocautério), radiação infravermelha e crioterapia.
Todas essas técnicas não mostram um resultado satisfatório e muitas vezes, podem deixar cicatrizes.

ENXERTO DE PELE

O método mais caro para remoção de tatuagem é popular entre as pessoas de alto poder aquisitivo. A pele artificial é produzida em laboratório e após, enxertada sob as tatuagens. É uma técnica extremamente dolorosa e oferece um resultado artificial.

RISCOS:

– Obstrução linfática na região da cirurgia (linfedema) seguido de ganglionectomia;
– Demora na cicatrização dos ferimentos;
– Infecção generalizada, hemorragias, etc;
– Cicatrizes dolorosas.

UTILIZAÇÃO DE ÁCIDOS NA REMOÇÃO DE TATUAGENS

Originalmente, utilizada em todo mundo para rejuvenescer a pele, o ácido glicólico é mais utilizado na remoção de tatuagem. Apesar desse processo ser muito lento e exigir perseverança.
Mesmo sendo utilizado ácido tricloroacético ou ácido láctico na remoção de tatuagens, corre-se o risco de uma inflamação e vermelhidão na superfície da pele.

SOBREPOSIÇÃO COM PIGMENTO DE CAMUFLAGEM

Frequentemente, esse método é utilizado para correção de sobrancelhas, lábios e pálpebras. O método exige que o especialista tenha habilidade e experiência, porque não poderá garantir bons resultados. A camuflagem na pele pode parecer visível.

SOLUÇÕES SALINAS UTILIZADAS

Quando a pele tatuada é umedecida com uma solução salina ocorre um efeito osmótico sobre o tecido, o pigmento é puxado para fora da pele. O processo é muito longo e o resultado é sempre imprevisível.

COMBINAÇÃO DE MÉTODOS QUÍMICOS E ORGÂNICOS

A dermoabrasão com cristais de sais e dermoabrasão, usando a mistura de tânico, glicerina e água seguidos pela cauterização com nitrato de prata. A maioria dos métodos listados acima não permite atingir um ótimo resultado, porque a tatuagem não vai desaparecer e teremos menores danos na pele, mas danos geralmente deixam cicatrizes.

CREMES PARA REMOÇÃO

Os principais ingredientes são os seguintes: água, óxido de zinco, óxido de magnésio, óxido de cálcio, propanol e ácido benzoico. A maioria dos ingredientes pode ser encontrado nos alimentos e nos cosméticos.

Qual o processo?

A micropigmentação injeta o creme a uma profundidade de 0,2 a 0,3 mm sob a superfície da pele. Os ingredientes do creme serão absorvidos pelas células pigmentares que eventualmente ao ligar a eles têm uma resposta inflamatória.
No período de 5 a 10 dias no processo de cicatrização, o creme implantado é rejeitado juntamente com a linfa e os pigmentos indesejáveis. Uma crosta aparece, a cicatriz sai e retira de 20%, 30% e até 50% dos pigmentos da micropigmentação na primeira sessão de tratamento. Importante: a casca formada na pele nunca deve ser puxada, pois causará trauma.

Vantagens

– Não seleciona cores, todas as cores respondem igualmente..
– Não há formação de ferimentos.
– Procedimento indolor.
– Procedimento rápido, significa eliminação mais rápida.
– A pele fica normal e o crescimento dos pelos permanece inalterado.
– Pode ser usado para amolecer as falhas na micropigmentação e após 2 meses a pele estará pronta para outro procedimento.
– O processo de remoção da micropigmentação é eficiente em todo tipo de pele, independente da origem étnica.

Quantidade necessária de procedimentos

Um número aproximado de 3 a 10 tratamentos com intervalos de 3 a 4 semanas será necessário para um excelente resultado. Uma sessão de tratamento pode ser o suficiente na micropigmentação recente.
Geralmente, o número de sessões de tratamento depende de alguns fatores:
– Qualidade do pigmento.
– Quantidade de pigmento.
– Profundidade do pigmento.
– Idade da cliente.
– Superfície (tamanho) da área micropigmentada.
O laser geralmente causa cicatrizes subdérmicas, mas se a cicatriz não se espalhar, ele vai acelerar o processo de implantação de tinta. Esse tratamento é adaptado para todos os tipos de micropigmentação: implantação nas sobrancelhas (microblading, sombreado nas sobrancelhas, micropigmentação nas sobrancelhas) e todo tipo de micropigmentação no contorno dos lábios. É melhor não usar creme sobre as pálpebras, pois a região é muito sensível.

 

Linda Paradis

CEO da Academia Linda Paradis, coach certificada do 1° Centro de Treinamento de Remoção de Tatuagem na Europa. Professora de Cursos Certificados de Técnicas para Remoção de Micropigmentação (tatuagem) para Médicos na França.
Palestrante e participante em Congressos Internacionais. Membro desde 2002, da La SPCP (Sociedade de Cosméticos Definitivos Profissionais, Ilinois, USA), Vencedora do Oscar da Inovação em 2004 (MCB – Palais des Congres in Paris)

Comments 12

  1. Este creme para remoção é encontrado no comércio? Quais as. concentrações de cada ativo? Ou, onde posso adquirir?

    1. Olá Ana Paula!
      Procure por profissionais médicos que estejam capacitados e treinados para a remoção da micropigmentação na região da pálpebra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *