camuflagem-de-vitiligo

Camuflagem de Vitiligo

Pigment Brasil Em Foco 1 Comment

A suscetibilidade ao vitiligo pode ser herdada, mas a natureza desta doença não é estudada bem o suficiente. Vitiligo pode aparecer em qualquer idade, mas é mais frequente em jovens. Manchas individuais podem desaparecer de forma independente, alterar o seu tamanho ou migrar.

1/ Situação inicial

A nossa cliente é chamada Agnes, de 33 anos. O vitiligo apareceu em sua
adolescência. Primeiro, as manchas mudaram seu tamanho e forma. Agora, elas estão
presentes em todo o corpo, mas não mudam de aparência.
Antes de nos conhecermos, Agnes tinha camufl ado as manchas mais visíveis na face e
no pescoço usando base e pó. Como ela prefere não tomar banhos de sol, decidimos
escolher o caminho estável e de longo prazo da camufl agem de vitiligo utilizando a
dermopigmentação.

2/ O que foi alcançado até a data

Dois procedimentos já foram realizados. Durante o primeiro, foi criada uma mistura básica
de tintas. Logo após a cicatrização, se tornou claro como corrigir, a fi m de alcançar o
máximo de acordo com o tom de partes da pele saudável, sem vitiligo.
Durante o segundo procedimento, o trabalho foi mais intenso. Nós trabalhamos nas áreas com
vitiligo e criamos uma transição suave para a pele saudável circundante às manchas de vitiligo.
Durante o terceiro procedimento, que vai acontecer hoje, vamos realizar um trabalho adicional sobre as áreas que ainda são proeminentes no modo geral. E então, vamos deixar o rosto descansar por pelo menos um ano.

A palavra vitiligo é originada a partir do termo em Latim ”vitium”, que significa defeito, e “ligo”, que significa causada por, ligado com; que é traduzido como doença defeituosa. Vitiligo provoca desordem da pigmentaço na que leva ao desaparecimento do pigmento melanina em certas áreas da pele. Esta é, na verdade, a despigmentação da área de pele.

imagem-1

3/ Equipamentos e tintas

Eu uso a máquina PerfectLine Pioneer (Alemanha) no meu trabalho esta é a mais recente geração
de máquina indutiva. Prefi ro trabalhar com uma máquina indutiva já que é a indução que fornece a suavidade e fl exibilidade que é tão necessária neste procedimento. A cliente tem a pele fi rme, elástica; uma rede de vasos bem defi nida está presente nas áreas das bochechas e nariz, mas as áreas de vitiligo não têm problemas. É por isso que uso módulos 7 Shader e 3 Shader , o primeiro para o tratamento de superfícies grandes e o segundo para a criação de
transições suaves das manchas de vitiligo para pele normal. Tintas: PerfectLine Skin Light, Skin Dark, Olive Mod, diluente Pigment Thinner.

4/ Tomando a decisão

É importante compreender que não é todo tipo de pele que pode ser tratada com um procedimento de dermopigmentação para vitiligo. Então, em primeiro lugar, a pele deve ser examinada e a decisão correta deve ser tomada a fi m de não prejudicar e não tornar pior o problema.
Se houver alguma dúvida, é desejável realizar a amostra da pigmentação sobre uma área de pele
menos visível (por exemplo, na parte inferior do queixo ou atrás das orelhas). Não é recomendado realizar a camufl agem sobre uma pele muito seca, que é propensa a descamar ou fi car coberta com rede de rugas fi nas.
As experiências também não devem ser executadas em pele com couperose ou pele solta. É muito
importante perguntar ao cliente se as manchas de vitiligo alteram de tamanho e forma. A fi m de alcançar a melhor naturalidade e efi cácia, o vitiligo deve ser estável. A postura do cliente sobre os banhos de sol também é muito importante.
Peles camufl adas com micropigmentação não devem ser expostas à radiação solar por um longo
tempo, a fi m de que os pigmentos que estão dentro da pele não mudem de cor.

imagem-2

5/ Higiene e anestesia

Prefiro não cobrir o equipamento com o filme, uma vez que torna mais difícil o trabalho para mim. Eu limpo todos os equipamentos com lenços desinfetantes com álcool antes de cada processo, o que permite um nível elevado de higiene. Vinte minutos antes do procedimento, aplico o creme anestésico na pele do cliente; o creme é feito na drogaria de acordo com a receita do médico. A necessidade de usar anestesia secundária pode ser decidida no decorrer do processo (que vai depender das sensações do cliente).

6/ Escolha de tintas / mix

Eu sempre misturo pigmentos para camuflagem pelo tato, e descrevo as cores e proporções escolhidas em detalhes no cartão do cliente. Não há receitas prontas, e não devem ter, pois a mistura é sempre escolhida individualmente. Não só a cor da pele deve ser considerada, mas também o tipo do cliente (quente / frio, época do ano, suas preferências em roupas e cor do
cabelo). No primeiro procedimento, é melhor escolher a mistura de luz e dissolver com o diluente especial (Pigment Thinner), que tem a mesma base que a linha de tinta que eu uso. A proporção de pigmentos para o diluente é de cerca de 1:2.Durante os procedimentos adicionais, a mistura deve ser corrigida, não devendo ser tão diluída.

7/ Trabalho

Camuflagem, especialmente na área do rosto, não é uma tarefa para iniciantes. Este procedimento requer muitos anos de experiência em trabalhos com a pele. A mão deve ser firme, mas ao mesmo tempo leve, delicada. Não há nada tão triste quanto um cliente com defeito cosmético que ficou nas mãos de um artista não-qualificado que decidiu camuflar manchas de pigmentação ou olheiras sob os olhos.
As consequências de tais experiências são muitas vezes trágicas para o estado psicológico do cliente que já está se sentindo para baixo em relação a sua beleza.
O artista deve ter habilidades perfeitas em sombreamento suave, trabalhar sem manchas, e
ser capaz de criar uma transição invisível de uma cor para outra. Ele também deve compreender
qual mistura irá parecer o mais natural e benéfica possível. Se não existe essa visão e sentimento, é melhor não assumir um procedimento de camuflagem.
O trabalho é iniciado a partir da parte central da mancha. A tinta é aplicada nas camadas superiores da pele, camada por camada, usando a vibração em movimentos pendulares. A intensidade de coloração diminui a partir do centro à periferia, que criam o efeito gradiente que se desvanece até desaparecer.
De maneira nenhuma você deve parar na fronteira do local e da pele normal, vá além dos limites das manchas, a fi m de criar uma transição transparente invisível.
Normalmente, a aplicação da tinta é feita numa posição perpendicular da manipulação da pele. Mas nas áreas que são difíceis para colorir, a tinta deve ser “varrida” na pele. É importante sentir o delicado equilíbrio entre as camadas suaves e coloração grossa. Aqui há uma regra de ouro: é melhor fazer menos do que mais. De maneira nenhuma você deve tentar conseguir o resultado máximo em um procedimento. Não tente economizar tempo e dinheiro do cliente sobre a qualidade e naturalidade do processo. Camuflagem do vitiligo é um trabalho árduo que exige tempo e paciência. No processo do trabalho, a tinta deve ser constantemente limpa da área tratada usando Green Soap, a fi m de ver o resultado obtido depois de cada ação. Não mais de 4 ações devem ser feitas em cada local durante uma sessão.

8/ Pós-tratamento

Logo após o procedimento, a pele tratada pode parecer não muito agradável: de vermelhidão leve
nas bochechas e queixo para pequenos hematomas em locais mais sensíveis e fi nos (na testa, área periorbital, nos lábios). É normal e desaparece em 1-3 dias. O primeiro dia após o procedimento, pode sair um fl uido serosanguinolento; as áreas tratadas devem ser limpas com uma solução de desinfecção.
Se a pele é bem seca, apenas deixe-a descansar por cerca de 24 horas, e, em seguida, aplique o produto cicatrizante em caso de necessidade. Eu uso Rejuvi Super Soothing Crème para esta finalidade.

imagem-6

9/ Efeitos

Se a mistura foi diluída corretamente e o procedimento foi feito de uma forma profi ssional,
o limite entre o vitiligo e o resto da pele após a primeira sessão vai desaparecer, as manchas
não serão tão proeminentes. E no caso de uma abordagem e tratamento correto (evitando
longas exposições ao sol, usando produtos como protetores solares), o pigmento da camufl agem
permanecerá por muito tempo.

10/ Correção

Eu gostaria de salientar que a segunda sessão é o procedimento principal. Durante a primeira sessão, nós apenas tentamos escolher o mix mais adequado, diluído fortemente, familiarizamos com a pele do cliente e a sua reação à pigmentação. É no segundo procedimento que a cor da camuflagem é escolhido precisamente e a pigmentação é mais intensa. E durante a terceira sessão, o trabalho é aperfeiçoá-lo. O período entre os procedimentos de procedimento, mas não aplicar tinta demais. camuflagem é de 3-4 semanas. Eu prefiro fazer mais um procedimento, mas não aplicar tinta demais.

imagem-7

Maria-Prieb

Maria Prieb,

artista, instrutora e especialista de nível internacional da micropigmentação, treinadora
internacional com certifi cado de remoção de micropigmentação usando o removedor de Rejuvi,
primeira presidente do sindicato de Micropigmentação na Alemanha (PMU Fachverband e.V.), proprietária da marca PerfectLine e estúdio escola BeautyCase na Alemanha, Alemanha.

Comments 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *